quarta-feira, 23 de abril de 2008

Terremotos e Tolices


A realidade de cada um



Era uma vez....A realidade.


O que esperamos da realidade, senão que vivamos?
A vida é uma só.
Amanhã não tem mais.
A vida é curta.
Carpe diem.
Viva.


Será somente viver?
A realidade, infelizmente, não é uma só.
Amanhã, existe um outro dia.
A realidade é hereditária.
Coma bem.
(se puder)
Sobreviva.



Era uma vez... Um príncipe encantado.



A realidade é somente fruto da imaginação de alguém.
Diga qual o seu nome e o concreto pode subitamente se abstrair.
Se a sua razão é real, de certo que o alvo predileto é o sonho.
Pesadelo de uma noite mal dormida.
Ligação de pensamentos perdidos, virtualmente comprobatório.


A relação do real com o irreal é a somatória de utopias, de expectativas, de egoísmos, de mentiras e de verdades.
Resulta da análise minuciosa do cotidiano.
A relação do real com o irreal fica acima da ciência exata, é passional demais para ser cientificamente constatada.

E o sapo coaxou.





4 comentários:

Vivi disse...

Ótimo, como sempre. Filosofia pura. Agora vou ter que dormir com um barulho desses...

juliano disse...

Ótimo! O texto é real e pura imaginação ao mesmo tempo!!

Vanessa disse...

Ou coaxava?
Príííííííííncipe!!!

Fernando Amaral disse...

Vanessa... obrigado pela correção. Coaxou. X e não ch. Valeu!